Palavra do presidente

Fé e muita esperança

Chegamos na metade do ano. Com muita esperança de que, neste segundo semestre, tenhamos a recuperação da vida normal, vencendo finalmente essa pandemia malvada que deixou tanta gente triste com o passamento de parentes e amigos.

Orar, orar e orar. Muito.

Neste nosso encontro rotineiro, depois de tanto aborrecimento nos últimos tempos, gostaríamos de falar sobre coisas boas e dar por esquecida a praga que atinge com força um pequeno mundo chamado Fátima do Sul.

Ajudar Deus a nos ajudar

Deparei em um destes últimos dias – no Face, se não me engano – com duas frases muito interessantes e criativas: “Tem palavras que chegam como um abraço. E tem abraços que não precisam de palavras”…

Um agradecimento necessário

O dito popular determina que “a adversidade é a mãe das possibilidades”. Esse talvez seja o retrato que cabe para Fátima do Sul depois de um ano de pandemia no mundo. E nós não escapamos do castigo. O empresário, que já não teve vida fácil nos anos anteriores a 2020, viu-se abraçado por um…